Agrese implanta coleta seletiva

Por meio da Câmara Técnica de Saneamento da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Agrese), foi implantado o projeto de coleta seletiva na sede da Agência Reguladora. O projeto visa trabalhar a educação ambiental dos serviços e colaboradores. “Temos como objetivo estimular uma reflexão e mudança de atitude dos servidores para que incorporem os critérios de gestão socioambiental em suas atividades rotineiras. Ressaltando que, as instituições públicas possuem um papel essencial em dar o exemplo para a redução de impactos socioambientais negativos, influenciando, direta e indiretamente as atitudes da população”, destacou o Diretor Técnico da Agrese, Jean Carlos Nascimento.
Para implantar o serviço, a Agência Reguladora contou com a contribuição dos Consórcios Públicos de Resíduos Sólidos do Agreste Central (CPAC) e da Grande Aracaju (CONSBAJU), que fizeram a doação das caixas coletoras. Foi realizado também uma campanha interna de conscientização, informando como funciona a coleta, o que pode e o que não pode ser descartado nas caixas coletoras.

Coleta seletiva

?O projeto vem nos mostrar a importância da coleta seletiva e a necessidade de obtermos uma maior conscientização com relação ao meio ambiente e aquilo que podemos tratar e reutilizar, dentro disso, temos uma parceria com a Cooperativa dos Agentes Autônomos de Reciclagem de Aracaju (CARE), que tem feito a captação dos produtos recicláveis pela coleta seletiva, sendo uma fonte de renda?, finalizou o Diretor Técnico da Agrese, Jean Carlos Nascimento.

Ascom/Agrese

Última atualização: 17 de dezembro de 2021 11:53.

Pular para o conteúdo