Agrese participa de evento sobre competitividade da indústria do gás natural em Brasília

Representantes da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Agrese) participaram do evento em Brasília, onde Sergipe foi destacado em duas áreas: evolução regulatória e potencial de oferta do campo SEAP. A participação da Agrese reforça o compromisso da Agência Reguladora com o desenvolvimento do setor energético em Sergipe e sua participação ativa em iniciativas que visam o aprimoramento da regulação.

Durante o evento, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) lançou, em parceria com o Movimento Brasil Competitivo (MBC), Fundação Getúlio Vargas (FGV) e apoio do Ministério de Minas e Energia, o relatório de diagnóstico do setor de gás natural no Brasil, com o objetivo de aumentar a competitividade do setor de gás natural, dar mais robustez para a formulação de políticas públicas e promover harmonização para as regulações estaduais.

O tema em torno da abertura da indústria do gás natural teve como questões-chave identificadas a necessidade de melhorias regulatórias.

Também foi lançado durante o evento um curso promovido pela FGV em parceria com o Ministério de Minas e Energia (MME), direcionado a agentes reguladores das esferas federal e estadual, com o objetivo de promover a harmonização regulatória.

Um dos pontos de destaque do evento foi o painel de encerramento, que evidenciou as perspectivas divergentes das diferentes esferas da indústria de rede do mercado de gás em relação aos entraves que impedem o avanço do setor. No entanto, houve consenso sobre a necessidade de cada agente focar em melhorias em sua própria esfera para contribuir efetivamente para a remoção desses entraves.

O diretor da Câmara Técnica de Gás Canalizado da Agrese, Douglas Costa, ressaltou a relevância do estudo e das iniciativas federais. “Destacamos a importância da articulação coordenada para alcançar um mercado de gás livre coerente com a estrutura nacional e complexidade da abertura do mercado de gás, enfatizando a importância do diálogo e da convergência para efetivar essa mudança”, explicou.

O evento contou com a presença de diversos representantes do setor, incluindo autoridades governamentais, especialistas e agentes reguladores, que debateram as perspectivas e desafios do mercado de gás no Brasil.

Última atualização: 24 de abril de 2024 08:13.

Pular para o conteúdo