Agrese: Técnicos da câmara de saneamento participam de treinamento

Na última sexta-feira, 06, os técnicos da câmara de saneamento da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Agrese) participaram de um treinamento para a utilização do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água (Sisagua) com os colaboradores da Vigilância Sanitária, visando promover a colaboração mútua para aprimorar a qualidade dos serviços de saneamento relativos aos sistemas públicos de abastecimento de água.

O Sisagua é alimentado com informações geradas pelos responsáveis pela operação dos sistemas de abastecimento de água (dados de monitoramento microbiológico, químico e físico-químico obtidos no controle da qualidade da água) e responsáveis pela vigilância da qualidade da água, ou seja, as Secretarias Municipais de Saúde. O diagnóstico obtido a partir da vigilância possibilita aos gestores tomarem as decisões em torno dos sistemas de abastecimento coletivos e alternativos, no sentido de exigirem as intervenções adequadas, quando há ocorrência de não conformidades com a qualidade da água.

“O Sisagua é uma ferramenta de grande relevância para o gerenciamento de riscos associados à qualidade da água, assim com a utilização desta ferramenta fortalecemos as fiscalizações nas áreas operadas pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso),” enfatizou o subdiretor da câmara técnica de saneamento da Agrese, José Wellington Leite.

SISAGUA: Constitui um sistema de informação que gerencia as informações de qualidade da água, tais como os resultados de laudos de análise para potabilidade, além dos dados de cadastros dos Sistemas de Abastecimento de Água e Soluções Alternativas Coletivas e Individuais, atuando como um instrumento de trabalho dentro do Programa Nacional VIGIAGUA.

O sistema de informações Sisagua é utilizado no âmbito nacional, sendo que cada Estado é responsável por promover a capacitação dos fiscais municipais e liberação de acesso para o sistema dentro da sua região de abrangência.Tem como finalidade auxiliar o gerenciamento de riscos à saúde a partir dos dados gerados rotineiramente pelos profissionais do setor saúde (Vigilância) e responsáveis pelos serviços de abastecimento de água (Controle) e da geração de informações em tempo hábil para planejamento, tomada de decisão e execução de ações de saúde relacionadas à água para consumo humano.

O treinamento aconteceu na sede da Agrese e teve como participantes o subdiretor da câmara técnica de saneamento da Agrese, José Wellington Leite, os assessores Eryson Wilker e Matheus Rodrigues e as colaboradoras da Vigilância Sanitária Danielle Nery e Camyla Karolyne.

Ascom/Agrese

Publicado em 06/12/2019 00:00

Skip to content