Diretores da Agrese fazem apresentações na Alese

Na manhã da última quarta-feira, 28, o Diretor Presidente da Agrese (Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe), Luiz Hamilton Santana e a Diretora da Câmara Técnica de Gás Canalizado, Regina França fizeram uma apresentação sobre os avanços do gás em Sergipe, a exemplo da interiorização, na sede da Assembleia Legislativa de Sergipe.

O Diretor Presidente da Agrese,Luiz Hamilton Santana destacou a competência da Agrese por meio de uma apresentação sobre “O Papel e Atuação da Agência Reguladora”.

“Firmamos vários convênios junto a Secretaria de Estado da Saúde (SES), através de sua Diretoria Estadual de Vigilância Sanitária (Divisa), Sergipetec, Universidade Federal de Sergipe (UFS), Cooperativa de Agentes Autônomos de Reciclagem de Aracaju (CARE) e Consórcios Públicos que será implementada a Política Nacional de Resíduos Sólidos e representará um marco histórico para o setor de resíduos sólidos em Sergipe, também somos filiados à Associação Brasileira de Agências de Regulação (ABAR)”, explicou o Diretor Presidente da Agrese, Luiz Hamilton Santana.

Câmara Técnica de Gás Canalizado

A Diretora da Câmara Técnica de Gás Canalizado da Agrese, Regina França também fez uma explanação na tribuna da Assembleia sobre a regulação e fiscalização.

“Nós trabalhamos com indicadores de desempenho (de qualidade e de segurança do gás canalizado); realizamos fiscalizações in loco, preventivas e dos dados que a Sergas nos encaminha. Temos um regulamento em que acompanhamos as anomalias na rede de distribuição e geramos um processo interno, além de boletins mensais e realização de audiências e consultas públicas e ainda a mediação de conflitos a exemplo de condomínios”, afirmou ressaltando a parte do processamento, da liquefação e gaseificação e ainda da distribuição do gás para o consumidor.

Ela informou que a Sergas possui 29 mil 685 clientes, sendo 48 industriais. “São 32 postos, nove gerações de energia, um cliente de gás natural comprimido, 223 comercial e 29 mil 372 unidades residenciais. A Sergas tem 287 km de rede e no primeiro semestre de 2019, temos que o maior consumo é do segmento industrial. São dois tipos de dutos: um de aço e um de polietileno de alta densidade”, finalizou destacando que este ano já foram feitas em Sergipe 26 fiscalizações in loco de todos os clientes.

Ascom/Agrese
Fonte: Alese

Última atualização: 17 de dezembro de 2021 11:53.

Pular para o conteúdo